Essa sou eu

Essa sou eu
Perfil - Click na imagem

Seja bem vindo

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Brigas com o namorado...

Provavelmente já aconteceu de você tentar fazer um relacionamento complicado funcionar e, de repente, vê-lo desandar de vez, justamente quando mais se esforçava para agradar. O pior é que, na época, não houve nenhum grande conflito capaz de explicar esse desfecho, certo? É que, ao contrário do que a gente imagina, não são as grandes desavenças que costumam pôr tudo a perder. A gota d'água quase sempre é uma rusga, coisinha tão boba e aparentemente inofensiva que, na hora, a gente não dá a devida importância. E, depois, nem é capaz de lembrar... Até pensa: “O que foi mesmo que fez a gente brigar?” O mais provável é que os problemas tenham começado meses antes da explosão, quando um dos dois fez uma pergunta inocente do tipo “Está com sono?” Parece mentira, mas a resposta e o jeito como o outro reagiu podem ter envenenado de vez o romance. Acontece que, como são situações triviais, não damos a menor bola a elas... E é aí que mora o perigo.
Os psicólogos dizem que perguntas simples muitas vezes funcionam como ofertas irrecusáveis, no melhor estilo bagatelas: exigem uma resposta, mas ninguém pensa muito antes de falar — afinal, o assunto não tem lá grande relevância. Além disso, somos apanhadas de surpresa, desarmadas, totalmente desencanadas de seu potencial para criar encrenca. Dá para entender direitinho se a gente imaginar a seguinte cena: seu namorado está trabalhando no computador. Então, você se aproxima e oferece: “Quer um café?” Existem três respostas possíveis para o “desafio velado” que, sem se dar conta, acabou de fazer:
» Ele pode reagir de maneira positiva
“Maravilha! Com bastante açúcar, ok?” Para os psicólogos, isso é mais ou menos o que faz um atacante em um jogo de futebol quando recebe um passe na medida: mira no gol, chuta e corre para o abraço.
» Ele pode reagir de maneira negativa
“Nem pensar. Seu café é muito fraco para o meu gosto. Deixa que eu mesmo faço.” Aí, nem precisa dizer. É, na melhor das hipóteses, um chute na sua canela.
» Ele pode continuar na dele ou sair pela tangente mudando de assunto
“Hoje, vai passar na tevê aquele filme do Brad Pitt que você adora.” Trocando em miúdos, é um caso típico de quem não quer correr o risco de chutar para fora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você é livre para expor sua opinião,fique a vontade e volte sempre,obrigada.

Seja Bem Vindo - A Paz do Senhor Jesus

Chat resgat Net

Para trocar o nome : Você que esta verde com um nome estranho, para alterá-lo favor clicar em cima desse nome que está do lado direito na parte superior, abrirá outra janela , apaga o nome estranho e coloque um de sua preferencia e clica em OK.

Caixa de promessas

Você merece essa oportunidade

Estatisticas